Entrevista revista viva!Mais expectativas sexuais em relacionamentos recentes

Entrevista revista viva!Mais expectativas sexuais em relacionamentos recentes

Postado por mberaldo - sexta-feira 27 janeiro 2012 17:48
fantasias femininas,fantasias masculinas,sedução,sexualidade humana,sexualidade masculina

Viva!Mais – Vamos imaginar que a moça está se relacionando com um homem que já viveu muitos outros amores. Como ela pode descobrir o que ele mais gosta de fazer na hora H?
Lúcia Beraldo – Como em toda situação amorosa, creio que uma boa conversa é melhor do que ficar intuindo. Muitos problemas e desencontros são criados a partir do que um acha que o outro está ou não pensando, e passam a agir a partir do “achismo”. Então, deixar o assunto rolar ao telefone, conversas intimas ao pé do ouvido podem dar um estímulo interessante e ao mesmo tempo dar um norte para a aventura dos dois, ficando menos no improviso e com a obrigação de agradar.

Viva!Mais – Como descobrir o que ele não gosta?
Lúcia Beraldo -Vale a orientação acima.

Viva!Mais – Vale descobrir como era o sexo entre ele e a ex ou é melhor evitar o assunto?
Lúcia Beraldo -È melhor evitar. Ele está com você, e se focar o assunto nela, daí a pouco, na cama, você estará com ele mas pensando nela. Já pensou que absurdo?A sua competição com ela se tornará sua preocupação principal, tenderá a pedir a opinião sobre quem é melhor nisso ou naquilo, ou seja, você não o deixará esquecê-la. È melhor desencanar e construir a história de vocês.
.
Viva!Mais – Qual a posição infalível? Ou seja, aquela que todos os homens gostam e querem mais?
Lúcia Beraldo -A mulher de costas é bastante excitante aos olhos masculinos, de modo que todas as variações desta posição tendem a agradar muito. Mas é importante que a mulher não se esqueça de se estimular ou pedir que ele a estimule no clitóris durante a penetração, para que a excitação de ambos tenha a mesma intensidade.

Viva!Mais – Como ser ousada na cama?
Lúcia Beraldo -Dando atenção ao que está sentindo, a natureza é sábia e o corpo mostra o caminho. Isto está presente quando a mulher faz as coisas que tem vontade, sem pensar em como fica aquela gordurinha, o que ele vai pensar de mim, etc. Uma coisa que eu acho que todas mulheres devem saber é que aos olhos masculinos, mulher gostosa na cama não é aquela que tem corpo perfeito, mas aquela que eles percebem que estão fazendo sexo com vontade, que gostam de sexo e não estão fazendo para agradar, para conquistar. Aquela que faz para conquistar, uma vez conseguido, tende a não fazer mais. A que gosta quer sempre.

Viva!Mais – Como equilibrar os prazeres? Ou seja, agradar o parceiro e agradar a si mesma também.
Lúcia Beraldo -A primeira coisa é conhecendo a si mesmo. Buscar ajuda, se for o caso, mas resolver questões sobre o sexo, bloqueios, se existirem. Conhecer o próprio corpo, isto é, masturbar-se, e permitir-se ter pensamentos eróticos no dia-a-dia. Pense no sexo como uma estrada: É mais fácil a pessoa que segue a 60 km chegar a 120 do que uma que anda a 20 chegar a 120. Além disso, ter conhecimento da diferença entre limites e bloqueios. Uma pessoa pode não gostar de sexo anal, ou sexo a 3, troca de casais. E Se for esse o caso, fazer para agradar pode criar sérios problemas no relacionamento, pois a pessoa estará se obrigando a passar de seus limites. Já os bloqueios impedem a exploração da sensualidade, do aspecto lúdico do sexo. Isso sim é um obstáculo a ser ultrapassado.
.
Viva!Mais -Como criar um clima diferente na hora do sexo?
Lúcia Beraldo -Em Lugares diferentes da casa, horários diferentes, uso variados da percepção: ao som de músicas de agrado dos dois, misturando beijos com bebidas e alimentos de texturas e gostos diferentes (evitando colocar bebida alcoólica direto na genitais e nem beber demais, é claro)roupas diferentes também é bom, mas é preciso ter noção: gastar todas as fichas de uma vez só é desnecessário, e tira o foco do atrativo principal: você!

. Viva!Mais O que os homens mais gostam nas preliminares?
Lúcia Beraldo -Sexo oral – neles. È o que mostram as pesquisas sobre fantasias masculinas, e também são confirmadas pelo tempo dedicado a este tipo de prática nos filmes pornográficos. Considerando que a quase a totalidade dos filmes são dirigidos por homens e para homens, podemos ter uma noção de como o sexo oral agrada ao público masculino.

Viva!Mais – O que não pode e o que deve ser dito na cama?
Lúcia Beraldo -Comentários depreciativos sobre-a anatomia peniana deles, ou pergunta do tipo ” o que está acontecendo com você?” caso ele perca ou tenha a ereção diminuída em uma eventualidade. Se está tudo bem, é só buscarem se envolver em um clima sensual que a excitação retornará. Se colocar o foco no problema, aí é que ele a perderá de vez, por conta do constrangimento. È claro que, se isso estiver acontecendo recorrentemente, é melhor conversarem seriamente sobre o problema e procurarem ajuda profissional. Sobre o que dizer, é bom demonstrar o quanto está sendo gostoso fazer ou receber a carícia. Lembrando que esta informação não precisa ser exclusivamente verbal.

.Viva!Mais – O que surpreende um homem?
Lúcia Beraldo -Sexo oral espontâneo.

. Viva!Mais – O que fazer depois do sexo? Dormir? Conversar?
Lúcia Beraldo – Depende do momento dos dois. Não dá para estabelecer um padrão nisso.
.
Viva!Mais -Como a mulher pode se preparar para uma noite inesquecível com o gato?
Lúcia Beraldo -(depilação,lingerie, melhores perfumes…) todos os cuidados higiênicos citados, mas é importante já ir pensando em sexo durante o dia para entrar no clima. Enviar mensagens picantes pode ser uma boa idéia, até para saber se ele está no mesmo clima ou induzi-lo a tal.

Viva!Mais . Vale fingir o orgasmo apenas para agradar o bonitão?
Lúcia Beraldo -De jeito nenhum! Esse é o maior erro da mulher, pois com o tempo, o sexo se torna algo para o prazer dele, que ficará sem entender porque ela começa a se esquivar, já que também ”gosta”. Como em todo tipo de problema, fingir que não está acontecendo nada só piora as coisas.

Viva!Mais – Dicas gerais para superar a ex dele na cama:
Lúcia Beraldo -Desligue-se da outra, faça o melhor por você, para ser uma experiência boa para você! Não aposte tudo no seu desempenho sexual, pois sexo não é moeda afetiva, e acredite, um homem pode perfeitamente trocar uma excelente parceira sexual para voltar para a pessoa de quem ele sente falta. Além disso, quando a mulher se preocupa demais com seu desempenho, ela acaba perdendo o seu próprio timming para o prazer e desenvolvendo dificuldades de chegar ao orgasmo.
Maria Lúcia Beraldo
Psicóloga/sexóloga/terapeuta de casais

Nenhum Comentário »

Nenhum comentário ainda.

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URI

Deixe um comentário